Mudando o Mindset

O que é um Mindset?

(E como ele impacta sua Produtividade Pessoal)


Alguma vez você já reparou que algumas pessoas parecem estar em um outro nível quando se trata de Produtividade Pessoal? Elas navegam por suas tarefas de forma extremamente eficiente e aguçada, e nada parece tirá-las do seu jogo.

Embora muita gente atribua isso simplesmente à utilização de estratégias eficientes, o mais provável é que estejamos falando de uma pessoa com um “Mindset Produtivo”.

Em termos simples, um mindset é um conjunto de ideias e atitudes que moldam a forma com que qualquer pessoa pensa e vê o mundo. É o conjunto de crenças e valores que guiam o seu trabalho, e a fazem persistir no caminho certo apesar dos desapontamentos.

Basicamente, o tipo de mindset que você possui pode mudar radicalmente a forma com que você aborda o seu cotidiano e sua Produtividade. Com um mindset rico, você conseguirá produzir muito, mesmo utilizando estratégias extremamente simples. Contudo, o contrário também é verdadeiro. Com um mindset pobre, você não conseguirá sair do lugar mesmo com a melhor das estratégias.

E a boa notícia é que seu mindset não é fixo. Existem estratégias que você pode utilizar para mudar a sua mentalidade, e com isso tirar o máximo proveito do que ela tem a oferecer.


Por onde começar?

(Princípios Básicos para Mudar seu Mindset)


Princípio #1 - Trabalhe Primeiramente com os Fundamentos (Princípios-Chave)

Quando estão iniciando seus estudos de Produtividade Pessoal, grande parte das pessoas chegam com a ideia infundada de que para se tornarem mais produtivas, precisam de estratégias sofisticadas e tecnologias de ponta.

Contudo, na maior parte dos casos, são os princípios mais simples que são capazes de te ajudar e realmente alavancar a sua Produtividade. Muitas vezes, tudo o que você precisa para se sentir satisfeito com a sua eficiência é um simples planejamento utilizando lápis e papel. Muitas vezes, o estabelecimento de limites simples sobre quando você deve trabalhar e quando deve deixar o celular de lado já te ajudam a balancear sua vida pessoal e profissional. Muitas vezes, a simples identificação do que está realmente te fazendo procrastinar já faz com que você reinicie seu projeto.

Focar nos fundamentos muitas vezes é difícil. É mais fácil dizer às pessoas que você está “trabalhando em uma nova estratégia” ou você está “fazendo mais pesquisas.” É difícil dizer, “Eu estou focando no básico, mas ainda assim não consegui progredir muito. ”

Contudo, não deixe que isso te barre. Todas as 9 categorias aqui do blog possuem 5 princípios básicos, que eu acredito que possam fazer a diferença na maneira como você vê e entende a sua Produtividade Pessoal.


Princípio #2 - Controle seu Estado Emocional

Em quais dias você consegue trabalhar de maneira mais produtiva: naqueles dias em que está nervoso e estressado, ou naqueles dias que está calmo e tranquilo?

Embora muitas vezes não percebamos, nosso estado emocional afeta completamente as decisões que tomamos ao longo do dia, e com isso a nossa Produtividade Pessoal.

Por isso, aprender a controlar seu próprio estado emocional pode até parecer uma tarefa complicada, mas que na realidade não o é. Na realidade, seu estado é controlado por apenas 2 fatores, que você pode alterar a qualquer momento.

Em primeiro lugar, suas emoções são controladas pela sua fisiologia, ou seja, pela maneira com que você está utilizando seu corpo. Sua postura, suas expressões faciais, seus movimentos e seus gestos.

Por exemplo, existem pesquisas que mostram que você tende a se sentir mais confiante com os braços abertos quanto comparado aos braços ao lado do corpo. Existem também pesquisas que mostram que o simples esboço de um sorriso por 20 segundos na frente do espelho é capaz de aumentar seus níveis de satisfação ao longo do dia.

Em segundo lugar, suas emoções são controladas pela representação interna que você faz dos acontecimentos na sua vida. Por exemplo, se você presencia um acidente de trânsito logo pela manhã, você pode representá-lo como um acontecimento positivo ou negativo. Ele será positivo se você pensar que o acidente não aconteceu com você, e será negativo se pensar que já está começando o dia com uma tragédia.

Independentemente do acontecimento que estamos falando, sempre é possível encontrarmos um lado positivo nele, capaz de melhorar nosso estado emocional. Dessa forma, não subestime a importância que tanto a sua fisiologia como a sua representação possuem para alterar a sua mentalidade.


Princípio #3 - Atente-se ao Padrão das suas Perguntas

Existe uma famosa citação de Anthony Robbins que diz que “A qualidade da nossa vida é proporcional a qualidade das perguntas que nós fazemos”.

Mas, afinal de contas, o que isso significa?

Bom, se você nunca parou para pensar, todo o nosso raciocínio funciona como um diálogo interno, onde constantemente estamos 1) fazendo uma pergunta, ou 2) respondendo a uma pergunta internamente.

Não existe outra opção. Toda afirmação, crença ou valor que possa expressar vêm em resposta à uma pergunta feita por você mesmo, ou feita por outra pessoa.

Então, por exemplo, para concordar ou discordar de alguém, você precisa antes se perguntar “Isso que ele está falando é realmente verdade? ”. Para resolver determinado problema no trabalho, você precisa se perguntar “Qual é a melhor opção? ”, ou “Qual a melhor saída?”, ou “Quem poderia me ajudar?”.

Dependendo da pergunta que você faz internamente, seu cérebro fornece uma resposta diferente. Portanto, quanto melhor a qualidade das perguntas que estamos fazendo, melhores também são as respostas que acabamos obtendo, o que reflete na nossa Produtividade Pessoal e Qualidade de Vida.

Agora, reflita: quais são as perguntas que você está se fazendo continuamente, e quais seriam perguntas ainda melhores que essas?


Princípio #4 - Quebre suas Crenças Limitantes

De maneira muito interessante, existem algumas crenças que comumente encontramos quando estamos falando de Produtividade Pessoal. Crenças como “Isso funciona para outras pessoas, mas para no meu trabalho nunca funcionaria”, ou “Eu preciso estar constantemente disponível para outras pessoas”, ou ainda “Para ser produtivo, preciso trabalhar como um robô, sem qualquer liberdade ou autonomia”.

Todas essas crenças possuem fundamentos no mundo real. Eu tenho certeza de que você consegue imaginar situações em que elas seriam verdadeiramente utilizadas.

Contudo, eu te pergunto: Será isso uma verdade universal? Será mesmo que todas as técnicas de Produtividade Pessoal foram feitas para pessoas que não batem com o seu perfil? Será mesmo que o seu mundo desmorona caso você não atenda o telefone ou demore algumas horas a mais para responder um e-mail? Será mesmo que não existe uma só pessoa no mundo que trabalhe de forma produtiva, e ainda possui liberdade e autonomia?

Reconhecer que uma crença é verdadeira apenas em um contexto específico te dá a liberdade de expandir seu pensamento. A realidade é que você não precisa fazer as coisas sempre do mesmo jeito. Principalmente se esse jeito te limita de alguma forma, ou retira o seu controle sobre determinada situação.

Ao se questionar constantemente sobre as suas crenças, você pode alcançar muito mais do que imagina. Isso porque não existe no mundo crítico maior para nossos projetos e ideias do que nossos próprios pensamentos e crenças sobre como o mundo deveria funciona.

Particularmente, eu gosto de uma citação de Allan Lokos que fala justamente disso: “Não acredite em tudo o que você pensa. Pensamentos são apenas isso – pensamentos”.


Princípio #5 - Crie Tempo para Planejar e Refletir

No final do ano, grande parte das pessoas tiram um tempo para descansar, se planejar e refletir um pouco sobre o que desejam para o ano seguinte. Definem suas aspirações, dizem quais hábitos passarão a adotar, e quais comportamentos serão eliminados da rotina.

Contudo, conforme o ano começa e a rotina aperta, todas essas aspirações e hábitos ficam para trás, e temos então mais um ano como os demais.

Que pena! Tudo poderia ser diferente se você pausasse mais do que uma vez ao ano para refletir, repensar e rebalancear a sua vida. Tudo poderia ser diferente se no domingo à noite, você tirasse meia hora que fosse para refletir sobre como anda a sua semana, e o que te espera na semana seguinte. Tudo poderia ser diferente se durante essa meia hora, você listasse talvez 1, ou 2, ou 3 características relacionadas à sua vida pessoal e profissional, e planejasse como faria para mudá-las.

Refletir semanalmente sobre como anda a sua vida é um hábito sensacional e extremamente produtivo, já que te dá a oportunidade de se antecipar à possíveis desapontamentos da semana, e ainda se fazer melhores perguntas, as quais você raramente teria a oportunidade de responder no seu dia a dia.


Minhas Recomendações

(Artigos para Começar Bem seus Estudos!)


(Leia por primeiro)

MINDSET PRODUTIVO: 7 INSIGHTS PARA CONSTRUÇÃO DE UMA MENTALIDADE EFICIENTE

Todos nós conhecemos pessoas que parecem estar em um outro nível quando falamos de Produtividade Pessoal. Elas tendem a finalizar mais projetos, bater prazos, estão sempre em dia com seu trabalho e ainda parecem ser mais felizes que as outras pessoas. Elas não se intimidam com desafios, sabem assumir seus erros e responsabilidades, e ainda encontram tempo para relaxar e passar tempo com as pessoas que amam.

Embora possam parecer verdadeiros alienígenas, eu posso te garantir que as táticas utilizadas...


(Leia em seguida)

O PODER DOS FUNDAMENTOS: A IMPORTÂNCIA DE TRABALHARMOS MESMO QUANDO ESTAMOS ENTEDIADOS

Em 1961, Vince Lombardi e outros 38 membros da equipe de futebol americano Green Bay Packers se reuniram para o seu primeiro dia de treino da temporada.

Os jogadores da equipe ainda se lembravam vividamente da derrota brutal que tiveram contra o Philadelphia Eagles, e que levou o time a ser vice-campeão da liga de futebol norte-americana (NFL) no ano anterior.

Com o início da nova temporada, os jogadores da equipe finalmente estavam ávidos para melhorar seu jogo e começar...


(Leia por terceiro)

QUEBRANDO AS AMARRAS: NÃO SEJA UM ESCRAVO DE SUAS CRENÇAS LIMITANTES

Em 1932, o professor Frederic Barlett estava trabalhando na Universidade de Cambridge quando realizou um dos experimentos mais famosos no campo da psicologia cognitiva.

Durante sua pesquisa, Barlett solicitava a um grupo de participantes britânicos que lessem uma famosa história folclórica americana (The War of the Ghosts). Então, o pesquisador mantinha contato com cada participante, e solicitava para que recontassem a história algumas vezes ao longo do ano.

Como você já pode esperar, a história começou a ficar cada vez...


(Leia por quarto)

O PODER DO ENGAJAMENTO TOTAL: OS SEGREDOS DA ALTA PERFORMANCE

Na década de 80, o pesquisador Jim Loehr estava trabalhando seriamente com os melhores jogadores de tênis do mundo. Como psicólogo, sua meta era entender o que diferenciava os melhores jogadores de tênis daqueles que ainda se encontravam um nível abaixo disso.

Loehr passou horas e horas assistindo às partidas dos melhores jogadores, e também estudando as gravações de cada uma delas. Contudo, para sua frustração, ele não conseguia detectar qualquer diferença entre os hábitos competitivos desses jogadores. Todos possuíam...


(Leia por quinto)

WORK SIMPLY: UM TESTE SIMPLES PARA DESVENDAR SEU PRÓPRIO ESTILO DE PRODUTIVIDADE PESSOAL

Ao longo dos últimos 30 anos, a ciência vem estudando e desvendando diversas particularidades a respeito do funcionamento do cérebro humano.

Basicamente, o entendimento e a aplicação desse estudo vêm mudando muito a visão que temos hoje a respeito de Produtividade Pessoal, nos ajudando a viver uma vida menos estressante, mais criativa, divertida e produtiva.

Hoje, portanto, vamos conversar um pouco sobre algumas dessas descobertas científicas, e explicar as razões pelas quais apenas um estilo de Produtividade não se encaixa...


Todos os Artigos

(Organizados por Ordem de Publicação)