Work Simply: Um Teste Simples para Desvendar seu Próprio Estilo de Produtividade Pessoal

Ao longo dos últimos 30 anos, a ciência vem estudando e desvendando diversas particularidades a respeito do funcionamento do cérebro humano.

Basicamente, o entendimento e a aplicação desse estudo vêm mudando muito a visão que temos hoje a respeito de Produtividade Pessoal, nos ajudando a viver uma vida menos estressante, mais criativa, divertida e produtiva.

Hoje, portanto, vamos conversar um pouco sobre algumas dessas descobertas científicas, e explicar as razões pelas quais apenas um estilo de Produtividade não se encaixa para todas as pessoas. Iremos também fazer um teste para identificar qual o seu estilo de Produtividade, e, caso você ainda seja um iniciante, vamos entender por qual método você deve começar seus estudos.

Então vamos lá?!

 

Hemisfério Esquerdo vs. Hemisfério Direito

Por volta de 1940, o neurocientista Roger Sperry, da Universidade de Chicago e Harvard, estudava o funcionamento de diferentes porções do cérebro quando chegou a um modelo que ganhou muita atenção popular.

Você já deve ter encontrado em alguma revista, palestra, livro ou documentário alguém falando sobre a dicotomia que temos no cérebro entre nossos hemisférios esquerdo e direito.

A noção básica comumente utilizada afirma que o hemisfério direito é responsável pelo processamento visual e espacial, apurando diversas informações simultaneamente e holisticamente. Em contrapartida, o hemisfério esquerdo é responsável por nossa linguagem e reconhecimento de padrões, processando informações analiticamente e sequencialmente.

Essa noção é amplamente utilizada até hoje, e algumas pessoas até mesmo se denominam como mais criativas por utilizarem mais o hemisfério direito, ou mais lógicas e analíticas por utilizarem o hemisfério esquerdo. Contudo, estudos mais recentes mostram que essa bipartição do cérebro é extremamente simplista e imprecisa.

A maioria dos cientistas concorda hoje que várias funções do cérebro exigem a participação de ambos os hemisférios, e que seu estilo de aprendizado e cognição depende de várias outras variáveis.

Dessa forma, esse consenso cresce cada vez mais entre os cientistas levando-os a desenvolver outros modelos que reflitam de maneira mais precisa a complexidade do pensamento e comportamento humano. Dentre essas teorias, uma que possui grande notoriedade no meio científico foi desenvolvida por Ned Herrmann, ex-gerente de gestão educacional da General Eletric (GE).

 

O Modelo Multidimensional de Herrmann

Em 1979, Ned Herrmann desenvolveu um modelo para examinar e compreender a maneira com que diferentes pessoas percebem e processam informações. Esse modelo multidimensional é hoje conhecido como “Whole Brain Model”, ou em tradução literal “Modelo do Cérebro Inteiro”.

O modelo é representado utilizando quatro quadrantes (A, B, C e D), que ilustram as maneiras únicas como percebemos, compreendemos, gerenciamos e comunicamos informações, sendo extremamente útil para entendermos nosso próprio estilo de Produtividade Pessoal.

Enquanto que o quadrante “A” é o mais analítico e quantitativo, o quadrante “B” é o mais planejador, organizado e sequencial. O “C” é o quadrante mais emocional, interpessoal e sinestésico, e o quadrante “D” é o mais holístico, intuitivo e integrador.

Embora esses quadrantes não excluam necessariamente um ao outro, sendo que todos nós possuímos uma parte em cada um deles, a maioria dos indivíduos possui um quadrante que predomina, e tende a comandar a maior parte das suas decisões.

Embora esse sistema tenha sido originalmente desenvolvido através de medições utilizando um equipamento de ressonância magnética, foi posteriormente adaptado para um questionário de 120 itens, que é comumente utilizado em diversas empresas junto a testes de personalidade e liderança.

 

Work Simply: Avaliando seu Estilo de Produtividade Pessoal

Por ser uma excelente ferramenta, o modelo de Herrmann já foi adaptado em diversos questionários, com os mais diversos intuitos. Entre eles, aquele que mais nos interessa nesse artigo foi desenvolvido por Carson Tate, hoje consultora em Produtividade Pessoal, durante sua pós-graduação.

Tate estou o modelo de Herrmann com o intuito de identificar como indivíduos dos diferentes quadrantes fazem escolhas dentro do seu fluxo de trabalho, e, dessa forma, como fazem para gerenciar seu tempo, projetos e tarefas.

Durante sua pesquisa, Tate confirmou que diferentes pessoas possuem diferentes estilos de Produtividade Pessoal, e adaptou o questionário desenvolvido por Herrmann para que todos nós possamos descobrir qual nosso estilo de Produtividade.

Esse questionário já foi testado com milhares de profissionais, das mais diversas áreas, desde gerentes de recursos humanos, até analistas financeiros, vendedores, consultores e médicos. Portanto, o teste foi validado como uma excelente ferramenta de auto avaliação e coaching, devido a sua precisão e facilidade de uso.

Agora, o que você acha? Pronto para iniciar seu teste?

 

Teste seu Estilo de Produtividade Pessoal

O questionário adaptado por Tate possui 28 afirmações, e está disponível junto ao livro “Work Simply: Embrace the Power of your Productivity Style”.

Para preencher o questionário, é importante que você utilize a seguinte escala:

Nota 1 = Nunca;

Nota 2 = Raramente;

Nota 3 = Algumas Vezes;

Nota 4 = Frequentemente;

Nota 5 = Sempre;

Forneça uma nota para cada uma das afirmações abaixo e ao final você saberá qual é o seu próprio estilo de Produtividade Pessoal.

  1. Eu uso uma lista priorizada para completar meu trabalho.
  2. Eu completo meu trabalho rapidamente.
  3. Eu geralmente estou atrasado.
  4. Eu tenho dificuldade em falar “não” para os meus colegas.
  5. Eu planejo meu próximo dia.
  6. Sonhar acordado já me permitiu ter insights e soluções para muitos problemas importantes.
  7. Em uma reunião de projeto, eu sintetizo ideias discrepantes para que fiquem de maneira coesa.
  8. Eu uso planos passo a passo.
  9. Eu prefiro trabalhar em equipes ou com outra pessoa para fazer o meu trabalho.
  10. Eu uso uma data limite como um prazo para completar meu trabalho.
  11. Eu faço meu melhor trabalho sob pressão.
  12. Eu bloqueio tempo no meu calendário para fazer meu trabalho.
  13. Eu analiso cada projeto antes de começá-lo.
  14. Eu uso rotinas estabelecidas e sistemas para fazer meu trabalho.
  15. Quando eu planejo um projeto, eu penso primeiro sobre quem precisa estar envolvido.
  16. Eu designo um período de tempo específico para certas tarefas.
  17. Quando eu planejo um projeto, eu penso primeiro sobre como o projeto apoia a visão estratégica.
  18. Eu elimino a desordem física do meu escritório.
  19. Quando eu faço um brainstorm, eu listo as minhas ideias.
  20. É difícil para mim tirar um tempo para me divertir/descansar quando ainda existe trabalho a fazer.
  21. Quando eu faço um brainstorm, eu faço um rascunho ou desenho as minhas ideias;
  22. Eu precisamente completo uma quantidade significante de trabalho.
  23. Quando eu faço um brainstorm, eu converso com outras pessoas sobre as minhas ideias.
  24. Eu tendo a subestimar quanto tempo levo para completar tarefas e projetos;
  25. Quando eu planejo um projeto, eu penso primeiro sobre as consequências e resultados esperados.
  26. Eu sou seletivo sobre as ferramentas – caneta, papel, pastas, etc. – que utilizo.
  27. Eu finalizo tarefas de um projeto de maneira sequencial.
  28. Quando eu planejo um projeto, eu penso primeiro sobre qual é a meta do projeto.

 

Os 4 Estilos de Produtividade Pessoal

Uma vez que você tenha finalizado o teste, e tenha fornecido uma nota para cada uma das afirmações, chegou a hora de descobrirmos qual o seu estilo de Produtividade. Para isso, organize suas respostas conforme o quadro abaixo.

Coluna 1Coluna 2Coluna 3Coluna 4
1.      =

13. =

16. =

19. =

20. =

22. =

28. =

5. =

8. =

10. =

14. =

18. =

25. =

27. =

4. =

9. =

12. =

15. =

23. =

24. =

26. =

2. =

3. =

6. =

7. =

11. =

17. =

21. =

Soma =Soma =Soma =Soma =

 

Em seguida, defina qual das 4 colunas possui a maior pontuação.

– Se a coluna 1 teve a maior pontuação, então você é um priorizador.

– Se a coluna 2 teve a maior pontuação, então você é um planejador.

– Se a coluna 3 teve a maior pontuação, então você é um organizador.

– Se a coluna 4 teve a maior pontuação, então você é um visualizador.

A definição de cada um dos estilos pode ser encontrada logo abaixo:

 

1. Priorizador

Um priorizador geralmente prefere pensar de maneira lógica, analítica e baseada em fatos concretos. Eles tendem a utilizar seu tempo de maneira extremamente eficaz, sempre se concentrando nas tarefas que lhe trarão o melhor valor pelo tempo gasto na execução.

Além disso, priorizadores gostam de trabalhar com listas, sendo que é através delas que priorizam o que devem fazer.  O ambiente de trabalho de um priorizador tende a ser muito profissional, já que prefere ambientes limpos, funcionais e sem muitas decorações.

Sua tomada de decisões ocorre pela junção de informações e fatos, que servem de base para formulação de suas teorias. Seus argumentos e explicações geralmente são lógicos e racionais, muitas vezes com a utilização de números e estatísticas.

 

Por onde começar?

Se você é um priorizador, a metodologia recomendada para iniciar seus estudos é o “Método Ivy Lee”, o qual lhe fornecerá uma base de quando e onde você deve priorizar suas tarefas.

Esse método desenvolvido a quase um século rendeu ao seu inventor uma quantia equivalente a 400 mil dólares nos dias de hoje, mesmo sendo uma estratégia extremamente simples de se aplicar.

Artigo Relacionado: Ivy Lee: Uma Rotina Diária Simples para Maximizar sua Produtividade.

 

 2. Planejador

Um planejador geralmente prefere pensar de forma organizada, sequencial e detalhada. Eles tendem a colocar prazos para execução de suas tarefas e estão sempre preocupados com o horário.

Comumente, eles fazem planos detalhados a respeito do que farão ao longo do dia, ou da semana, e seguem esses planos de maneira sequencial e concisa, procurando sempre chegar adiantados aos seus compromissos.

Um verdadeiro planejador não entende como as outras pessoas vivem sem a utilização de uma agenda ou calendário. Além disso, seu ambiente de trabalho é muito prático, com pouca decoração e credenciais geralmente a mostra.

 

Por onde começar?

Caso o resultado do seu teste tenha lhe revelado que você é um planejador, eu recomendo que comece utilizando o “Método DRD”, desenvolvido pelo Geronimo Theml, o qual é criador da Academia da Produtividade.

O método DRD foi criado para servir como uma “evolução” da agenda, sendo também uma estratégia extremamente simples de se aprender e começar a utilizar.

Artigo Relacionado: Método DRD: Organizando sua Agenda de Forma Simples e Efetiva

 

3. Organizador

Um organizador geralmente prefere pensar de maneira expressiva e até mesmo emocional. Ele adora trabalhar em equipes já que é assim que realiza seu melhor trabalho.

De maneira geral, um organizador tende a preferir decisões intuitivas, feitas em tempo real, de acordo com os acontecimentos mais recentes. Eles gostam de listas visuais, comumente utilizando cores, e intuitivamente sabem qual a próxima tarefa que merece a sua atenção.

O ambiente de trabalho de um organizador é tipicamente convidativo, e inclui fotos e outros objetivos particulares. Além disso, organizadores comumente são ótimos no reconhecimento de dificuldades interpessoais, sendo muito habilidosos no uso de elementos emocionais para persuadir e ensinar outras pessoas.

 

Por onde começar?

Se você é um organizador, e ainda está iniciando seus estudos, eu recomendo que comece aprendendo a utilizar o “Método Action”, desenvolvido em 2006 pela empresa Behance.

Por ser um método inicialmente construído para ajudar no trabalho em equipe, o Método Action é ótimo para organizadores, permitindo uma organização simples dos seus projetos em 3 componentes: Itens de Referência, Itens de Ação e Itens em Banho-Maria.

Artigo Relacionado: Método Action: Organização e Eficiência na Execução de Projetos.

 

4. Visualizador

Por último e não menos importante, um visualizador prefere pensar de maneira intuitiva, integral e sistêmica, buscando sempre sintetizar suas ideias para trabalhar rapidamente.

Além disso, um visualizador gosta de trabalhar com várias tarefas e projetos ao mesmo tempo, mantendo sempre uma perspectiva ampla, geral e estratégica a respeito do que deve ser feito.

Suas decisões são comumente tomadas buscando criar soluções mais intuitivas e imaginativas para os problemas. Para eles, procurar por novas ideias e integrar conceitos antigos para criar algo novo é extremamente divertido e até mesmo prazeroso.

 

Por onde começar?

Se seu teste revelou que você é um visualizador, então a ferramenta que eu lhe recomendo chama-se “Kanbam Pessoal”. Esse método foi desenvolvido em 2011 por Jim Benson e Tonianne DeMaria Barry, sendo uma adaptação do método Kanbam utilizado pela Toyota na fabricação de carros sob demanda.

O método é extremamente simples, com apenas duas regras, e altamente flexível, podendo se adaptar as mais diversas realidades.

Artigo Relacionado: Kanbam Pessoal: Como visualizar seu trabalho de forma simples e efetiva.

 

Considerações Finais

De acordo com Tate, a maior parte das pessoas que responderam ao questionário tiveram um grande sentimento de afinidade com o estilo de Produtividade identificado.

Contudo, algumas pessoas possuem algum outro estilo com uma nota muito próxima ao seu maior valor. Isso já é esperado! Isso indica que você possui uma segunda preferência de estilos, sendo essa segunda opção o estilo de Produtividade que você geralmente utiliza quando está sob estresse.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida relacionada ao teste, deixe seu questionamento logo abaixo nos comentários.

Além disso, caso queira entender mais a fundo como a própria Tate utiliza os 4 estilos de Produtividade, acesse o seu site pessoal clicando aqui, ou adquira já uma cópia do livro “Work Simply: Embracing the Power of Your Personal Productivity Style”, clicando aqui.

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

Quer receber e-mails sobre mudança de minset?

Então se inscreva na lista

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...

4 Respostas para “Work Simply: Um Teste Simples para Desvendar seu Próprio Estilo de Produtividade Pessoal

  • Yasmhin Friaça
    3 meses ago

    O meu resultado por coluna deu 14,17, 20 e 20. Quando duas colunas dão números empatados, necessariamente possuímos 2 estilos?!

    • Olá Yasmhin,
      Pelo que é defendido pela Carson Tate no livro, não é que necessariamente você possua dois estilos, mas que você pode trabalhar com grande flexibilidade entre os dois.
      Isso é, você pode alterar com maior facilidade entre diferentes estratégias de organização de tarefas, dependendo do que você está precisando. O recomendado, portanto, é que você leia a respeito dos dois estilos, e então utilize sua própria experiencia para julgar e filtrar qual a melhor estratégia para o momento presente.

      Abraço,
      Leonardo

  • Muito bom o teste. O meu deu 25 pontos em organizador. Mas pela descrição sou mais priorizador, que deu 23 pontos.

    • Excelente Matthaeus! Que bom que gostou!
      O importante é que você termine a leitura identificando qual seu estilo de trabalho.
      Se apenas pela descrição você já identificou, então trabalho cumprido!

      Abraço,
      Leonardo Polak