Mãos à obra: Como Parar de Procrastinar e Atingir Logo os seus Objetivos

Parar de Procrastinar

Nós vivemos em uma época maravilhosa. Nunca antes tivemos tantas opções e oportunidades para estudar, compreender diferentes tópicos, alcançar nossas metas e cumprir nossos objetivos. Até mesmo podemos citar esse blog como exemplo, onde estão disponíveis grande quantidade de informações, além de várias oportunidades para o aprendizado de diversos tópicos sobre Produtividade Pessoal.

Entretanto, da mesma maneira que temos mais oportunidades para fazermos o que há de essencial nas nossas vidas, também aumentaram as opções para nos distrairmos e deixarmos para “depois” todas as nossas tarefas diárias e nossas metas.

Todos nós procrastinamos. Quem nunca deixou para “mais tarde” a escrita de um relatório importante? Ou até mesmo decidiu fazer tarefas menores, como responder a e-mails ou passar um tempo se distraindo no Facebook, ao invés de ir direto finalizar aquela tarefa que já deveria estar pronta na semana passada?

Mesmo sabendo da importância de fazermos determinadas tarefas, muitas vezes acabamos nos enrolando para iniciar e progredir, o que ao longo do tempo prejudica nosso rendimento e consequentemente nossa produtividade. Vamos então conversar um pouco sobre o porquê de procrastinarmos com tanta frequência.

 

Por que procrastinamos?

Dentre os vários motivos pelos quais nos enrolamos para fazer nossas obrigações, quatro deles se sobressaem sob os demais, por aparecerem na maioria dos casos. Todos eles podem nos levam a um sentimento de preguiça ou desmotivação, o qual é característico de quando estamos protelando nossas ações. São eles:

 

Falta de clareza

Sem dúvida um dos conceitos mais importante em Produtividade Pessoal está a clareza. O maior motivo pelo qual algumas pessoas conseguem fazer seu trabalho de maneira rápida e sem enrolação, é porque estão certas dos seus objetivos e propósitos, e sabem o que devem fazer para chegar lá. Quanto mais claros estão os passos que você precisa dar para completar o seu objetivo final, mais fácil se torna superar o impulso de procrastinar.

 

Desempenho insatisfatório no passado

Outro dos maiores motivos que nos levam a prorrogar nossas decisões é que tendemos a evitar tarefas que tivemos um  desempenho fraco ou pouco produtivo no passado. Ao invés de planejarmos como melhoraremos em determinada área, tendemos a alimentar pensamentos como “não sou bom nisso” ou “preciso de mais inspiração”, evitando totalmente cumprir aquela tarefa, e deixando a situação ainda pior.

 

Paralisia por análise

O terceiro grande motivo pelo qual muitas pessoas procrastinam, é que tendemos a analisar além do necessário os passos que precisamos dar para completar uma meta. Esse tipo de procrastinação é comum, por exemplo, quando estamos sobrecarregados com a quantidade de tarefas e opções que temos a nossa frente. Nessas situações, tendemos a adiar nossas escolhas, e a não tomar atitude alguma.

Artigo Relacionado: Combatendo a Indecisão: 5 Dicas para Superar a Paralisia por Análise

 

Precisamos sobrepor obstáculos

O quarto e último grande motivo que nos leva a procrastinar é que muitas vezes temos que sobrepor alguns obstáculos antes de trabalhar na nossa tarefa. Por exemplo, para fazer um churrasco temos que limpar a grelha. Para fazer a janta precisamos de louça limpa. Para começar a trabalhar temos que estar com a mesa organizada.

As vezes, a presença de tarefas pequenas, que levam apenas 2 a 5 minutos, já são o suficiente para procrastinarmos, postergando nossas tarefas mais importantes.

 

A Física aplicada a Administração de Tempo

Há muito tempo, Isaac Newton nos ensinou que objetos que estão em repouso tendem a permanecer em repouso, enquanto que objetos que estão se movendo tendem a permanecer em movimento. Acontece que isso é tão válido para nossa vida, quanto foi para os objetos de estudo de Newton.

Para deixarmos de postergar nossas obrigações, devemos entrar em ação e combater os agentes que evitam nosso progresso.

No artigo “Matriz de Eisenhower: O Guia Descomplicado Para Priorizar as Tarefas do seu Dia a Dia“, eu comentei a estratégia de Brian Tracy para fazer atividades de grande impacto no início do dia. Aliada a essa estratégia, os passos descritos abaixo descrevem um modelo para parar de procrastinar, engatar a primeira marcha e seguir em frente para alcançar seus objetivos/metas.

 

Quebre suas tarefas em pequenos pedaços

Nunca subestime o impacto que essa técnica simples pode ter na conclusão de suas tarefas. Ao dividir em pequenos pedaços suas grandes tarefas, você terá aumentado enormemente sua clareza sobre o que precisa ser feito.

Preferencialmente, a primeira tarefa da lista não deve demorar mais que 2 minutos para ser completa. Por exemplo, podemos colocar como tarefa “Ler uma frase do relatório de finanças”, ou “Comer um pedaço de fruta”, ou “Colocar o tênis de corrida”.

As demais tarefas podem ser mais longas, mas busque dividir em tarefas menores todas aquelas que levam mais que duas horas para serem concluídas.

 

Coloque o que pensa no papel

Embora seja difícil resistir ao ímpeto de atender imediatamente às urgências do dia a dia, busque sempre adicionar à sua lista as tarefas que ainda precisam ser completas. Dessa forma, você aumenta as chances de trabalhar sempre nas tarefas que lhe trazem maior impacto.

 

Siga a técnica dos 2-minutos

Pegue um temporizador e coloque nele 2 minutos. Faça nesses 2 minutos aquela tarefa primeiramente descrita na sua lista.

Ao final do tempo, congratule-se por ter feito essa tarefa e pense sobre qual é o próximo passo.

Essa técnica é um passo crítico para sobrepor a resistência inicial de não estarmos trabalhando. Subestimar a importância desse passo pode ser a diferença entre um dia produtivo, ou outro qualquer, sem grandes conquistas.

 

Utilize a técnica de Pomodoro

No mesmo temporizador, coloque agora 25 minutos. Volte a sua lista, e grife qual tarefa você trabalhará nos próximos 25 minutos.

Ao estabelecer exatamente qual tarefa deve ser feita nos próximos minutos, você aumentará seu foco e terá facilidade em voltar a trabalhar mesmo quando ocorrerem interrupções.

Da mesma forma, o temporizador lhe trará um sentimento de urgência, o qual é importante para se manter focado. Ao final do tempo, aprecie 5 minutos de descanso antes de voltar a trabalhar nas suas tarefas.

Artigo Relacionado: 3 Estratégias de Produtividade Essenciais para Microempreendedores

 

Considerações Finais

Saber o que deve ser feito não é o suficiente! Você deve usar as dicas aqui listadas para agir e assim se manter progredindo para alcançar seus objetivos.

Fazer com que você tome atitudes é a única forma de mudar sua vida para melhor e alcançar tudo aquilo que deseja. Por isso é preciso deixar a preguiça e as desculpas de lado! Comece agora e não deixe para “mais tarde” o que pode ser feito agora!

“Quem quer arranja um jeito, quem não quer arranja uma desculpa” – Caio Fernando Abreu

 

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

Quer receber e-mails sobre como vencer a preguiça e procrastinação?

Então se inscreva na lista

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...