Muito Ocupado para Refletir: As 5 Melhores Maneiras de Encontrar Mais Espaço no seu Dia a Dia

Existe um famoso ditado que fala que “A Prática leva a Perfeição”. Ele sugere que caso você deseje se tornar excelente em alguma coisa, tudo o que você precisa fazer é praticar, praticar e praticar ainda mais um pouco.

Talvez isso pareça lógico para alguns de nós. Afinal de contas, de que outra forma conseguiríamos a experiência que estamos precisamos? Ainda assim, será possível que essa seja uma maneira muito simplificada de vermos as coisas? Será que apenas a prática nos leva à perfeição?

 

Prática nos Esportes

Imagine a seguinte situação: você é um jogador de tênis, e possui apenas mais 15 minutos no final de sua aula semanal para trabalhar na sua rebatida.

Como você pode maximizar esse tempo?

Opção 1: Tentar rebater o máximo possível de bolas nos próximos 15 minutos. Em outras palavras, praticar por todo o tempo que te resta.

Opção 2: Rebater apenas algumas vezes, e então passar o resto do seu tempo analisando e refletindo sobre sua performance e como poderia melhorá-la.

Ambas as opções se utilizam do mesmo tempo. Ambas são lógicas de se pensar. Mas afinal de contas, qual delas você acha que pode te trazer melhores resultados?

Se você é um jogador de tênis ou não, tenho certeza que dilemas como esse são extremamente comuns na sua vida. Eu posso apostar que você também já o encontrou diversas vezes no seu trabalho.

 

Prática no Trabalho

São 8 horas da manhã em uma segunda-feira qualquer, e outra semana está começando. Sua agenda está lotada como de costume, você precisa responder a diversos e-mails, e o prazo para entrega de um grande projeto se aproxima.

Você então se pergunta: Qual a melhor maneira de utilizar meu tempo?

Você deve mergulhar diretamente na pilha de trabalho que está a sua frente, e fazer o máximo que conseguir, ou deve parar por um momento, talvez utilizar uma hora para refletir sobre as suas prioridades e planejar a sua semana?

Pois é, chegou a hora de tomar uma decisão!

Quando estamos com o tempo apertado, a maior parte de nós tende a deixar o planejamento de lado e utilizar o tempo fazendo o máximo de tarefas possível. Deixamos de lado nossa lista de tarefas e nosso calendário, e tentamos apenas concluir o máximo de pendências possíveis.

Ainda assim, como o jogador de tênis que pratica sucessivas vezes até seu tempo se esgotar, será que essa é a melhor forma de trabalharmos?!

 

A prática realmente nos leva à perfeição?

Quando estamos muito atarefados, o que é melhor?

a) Fazermos mais tarefas;

b) Refletir sobre o que vamos fazer e então partirmos para ação.

Em 2014, uma equipe de pesquisadores liderados por Bradley Staats, na Universidade de Harvard, buscou solucionar essa questão. Basicamente, os pesquisadores recrutaram algumas pessoas para resolverem alguns quebra-cabeças matemáticos e recompensaram aqueles que tiveram boa performance.

Ao preparar o experimento, foi dado a cada participante a oportunidade de escolher entre:

  • Focar na resolução do quebra-cabeça por 3 minutos;
  • Resolver o quebra-cabeça da melhor forma possível, e então passar 3 minutos refletindo sobre a sua performance.

Ao todo, cerca de 82% dos participantes escolheram focar na resolução do quebra-cabeça por 3 minutos. Parece fazer parte do senso comum que a prática leva a perfeição, já que apenas 18% dos participantes escolheram utilizar seus 3 minutos refletindo sobre sua performance.

Mas qual foram os resultados?

O segundo grupo, aquele que escolheu fazer o quebra-cabeça e refletir teve performance significativamente superior aos demais participantes. Para citar os pesquisadores:

“Esses resultados revelam que reflexão é um poderoso mecanismo por trás do nosso aprendizado, confirmando as palavras do filósofo, psicólogo e educador John Dewey: Nós não aprendemos por experiência, nós aprendemos por refletir sobre nossas experiências.”

 

Refletir no Escritório

Certo, então ao que parece nossa performance pode realmente ser aumentada quando escolhermos parar para refletir sobre as tarefas que estamos fazendo.

Mas será que isso não vale apenas para problemas matemáticos? Será que isso realmente funciona no trabalho que realizamos dia a dia?

Novamente, a equipe do pesquisador Bradley Staats mergulhou fundo para montar um experimento e te fornecer essa resposta. Agora, participantes foram aleatoriamente divididos em 2 grupos.

Grupo 1: Participantes deveriam passar os últimos 15 minutos do expediente realizando suas tarefas normalmente.

Grupo 2: Participantes deveriam passar os últimos 15 minutos do expediente refletindo e articulando as principais lições que havia aprendido naquele dia. Os participantes deveriam escrever no mínimo duas lições, e serem o mais específico possível.

Os resultados?

Os participantes que passaram os últimos 15 minutos do expediente refletindo e escrevendo as lições que aprenderam no dia tiveram performance 23,2% superior ao grupo controle, que utilizou seus últimos 15 minutos trabalhando normalmente.

Além do benefício relacionado a eficiência, o mesmo artigo defende que o hábito da reflexão permite aos indivíduos construírem maior confiança quanto a habilidade de lidar com as suas tarefas, o qual é traduzido em melhor performance quando voltam a trabalhar.

 

Você anda muito ocupado para pensar?

“Eu sou muito ocupado para planejar minha semana. Eu sei que é importante, mas não consegui encontrar o tempo necessário. ”

Alguma vez você já pensou assim? Se sentindo sem tempo e ocupado para se planejar?

Como consultor em Produtividade Pessoal, eu me encontro com pessoas dos mais diversos níveis que estão tendo dificuldades para parar e refletir sobre seu dia. É esquisito, mas algumas pessoas parecem passar mais tempo planejando e refletindo sobre o que vão fazer nas férias, do que refletindo sobre o rumo que sua vida está tomando.

Não “encontram o tempo” para priorizar suas tarefas, para planejar sua semana, ou para estabelecer metas. Se sentem pressionadas a cada dia, e como resposta acabam fazendo mais e mais, esperando algum dia esvaziar a sua lista de afazeres.

À primeira vista, isso até pode parecer produtivo, mas no longo prazo, essa é uma estratégia que só te leva a tristeza e a derrota.

Assim como o tenista que tira um tempo para refletir sobre a sua jogada, e como os participantes que tiraram um tempo para refletir sobre seu dia de trabalho, as pessoas com melhores desempenho são sempre aquelas que priorizam reflexões, e fazem isso de maneira intencional no seu dia a dia.

Elas amadurecem suas ideias através da reflexão. Param para pensar, e como consequência superam todos os seus obstáculos.

 

Construa novos hábitos para reflexões intencionais

Por último, eu não poderia finalizar esse texto sem antes te dar algumas ideias de como você pode colocar em prática o conhecimento que eu passei até aqui. Portanto, abaixo você pode encontrar 5 diferentes hábitos que podem facilmente te ajudar a aumentar o número e intensidade das suas reflexões.

 

  • Definição Diária de Tarefas Mais Importantes

Bom, o primeiro hábito de reflexão que eu defendo é a definição diária de tarefas mais importantes. Em outras palavras, você deve diariamente priorizar as tarefas que deseja fazer hoje, ou no dia seguinte.

Diversas metodologias de produtividade se utilizam desse princípio, desde o “Agile Results, que estabelece 3 prioridades máximas para o dia, até o “Método Ivy Lee”, que defende a priorização de 6 tarefas. A verdade é que o número de prioridades não é tão importante quanto o processo de reflexão propriamente dito.

 

  • Planejamento Semanal

Outro hábito utilizado em diversas metodologias é o planejamento semanal, ou também conhecido como revisões semanais. Novamente, existem diversas maneiras de se realizar uma revisão, desde aquele defendido na metodologia “Getting Things Done (GTD), até aquele defendido no método “Agile Results.

Da mesma forma que com o item anterior, o importante aqui é que isso seja um hábito seu, onde você sai do modo de apenas realizar suas tarefas, e entra no modo de reflexão e planejamento. Isso força você a estar semanalmente revendo os seus projetos, e tomando uma atitude proativa com a sua vida.

Além disso, os planejamentos podem te ajudar muito a se organizar e se sentir constantemente em controle sobre o que está acontecendo na sua vida.

 

  • Detox Tecnológico

Eu acho terrível o hábito que criamos de permanecermos conectados 24 horas por dia, respondendo a e-mails, ou checando nossas redes sociais. Vivemos como se o mundo fosse acabar caso o celular fique em casa quando saímos para fazermos uma caminhada tranquila ou ir até a padaria.

Portanto, outro hábito de reflexão que considero extremamente saudável é o chamado “Detox Tecnológico”. O recomendado aqui é que você se desconecte dos seus aparelhos, ou separe-se da tecnologia por algumas horas pelo menos, talvez uma vez por semana. Dessa forma, são grandes também as chances de você entrar na sua semana mais equilibrado e com as suas próprias baterias recarregadas.

 

  • Meditação

No artigo “Meditação: O Guia Científico Para Reduzir o Estresse, Aquietar a Mente, e Ainda Ficar 10% Mais Feliz”, eu comentei diversos dos benefícios científicos já comprovados para a meditação.

Basicamente, a meditação é também uma forma de reflexão, onde você procura se afastar um pouco da correria do dia a dia, e notar quais são exatamente os pensamentos que estão passando na sua cabeça, ou como você está se sentindo.

 

  • Férias em Família

Por último, um hábito que também recomendo que você desenvolva é o de planejar suas férias para o ano antes mesmo de começar a agendar reuniões com clientes ou prazos para seus projetos.

Planeje uma ou duas semanas com a sua família na praia, ou em alguma cidade do interior, de forma que você encontre o tempo que precisa para repensar sobre suas metas e prioridades.

Utilize esse tempo para aquietar a sua mente, e fazer longas caminhadas sozinho ou acompanhado. Não existe nada melhor que isso para renovar as energias, clarificar suas metas e desbloquear desafios e oportunidades que estão acontecendo na sua vida.

 

Considerações Finais

Pensar e refletir não deve ser o aperitivo que apenas completa a refeição principal. Na realidade, refletir é o arroz com feijão, que justamente permite a você encontrar mais tempo para aquilo que realmente importa.

Pesquisas mostram isso, e a experiência prática comprova.

E você? Quais são os seus hábitos de reflexão, e como você faz para refletir intencionalmente nos seus dias? Deixe sua resposta nos comentários, e até a próxima!

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

Quer receber e-mails sobre mudança de minset?

Então se inscreva na lista

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...