Mindset Produtivo: 7 Insights para Construção de uma Mentalidade Eficiente

Mindset Produtivo 2

Todos nós conhecemos pessoas que parecem estar em um outro nível quando falamos de Produtividade Pessoal. Elas tendem a finalizar mais projetos, bater prazos, estão sempre em dia com seu trabalho e ainda parecem ser mais felizes que as outras pessoas. Elas não se intimidam com desafios, sabem assumir seus erros e responsabilidades, e ainda encontram tempo para relaxar e passar tempo com as pessoas que amam.

Embora possam parecer verdadeiros alienígenas, eu posso te garantir que as táticas utilizadas por essas pessoas não vieram de outro mundo, e muitas vezes são métodos extremamente simples de serem aplicadas no seu dia a dia.

O que essas pessoas possuem de diferente, contudo, é a forma com que veem o seu trabalho e sua vida. Em outras palavras, essas pessoas possuem um mindset produtivo, e utilizam sua mente de maneira aguçada e eficiente para se manter em alta performance.

Nesse artigo, vamos falar de 7 insights que podem mudar a sua forma de enxergar sua própria produtividade, e fazer com que você finalmente saia do lugar e faça as coisas acontecerem.

 

1. Produtividade Pessoal é aquela que funciona para você

Todas as vezes que me perguntam qual a melhor metodologia de Produtividade Pessoal, a minha resposta é a mesma: aquela que funciona melhor para você.

Eu até entendo que no mundo corrido que vivemos, onde é cada vez mais fácil sermos consumidos pela rotina e algumas comodidades do mundo moderno, parece muito mais fácil elegermos apenas uma metodologia de produtividade como a melhor, e então aplicá-la da melhor forma possível.

Contudo, esse tipo de mentalidade não se alinha com o que eu costumo encontrar na prática.

Existem diversos especialistas no ramo da produtividade que defendem a aplicação de apenas uma metodologia para dobrar ou triplicar sua produtividade. Eu também tenho as minhas prediletas, e poderia até te aconselhar a segui-las.

Entretanto, mesmo que essas sejam as melhores metodologias existentes, se elas não fizerem sentido para você, ou se por algum outro motivo você não as colocas em prática, então esse será um trabalho jogado fora.

Essa é a realidade para maior parte das metodologias. Aplicamos aquilo que faz sentido, e descartamos o que não faz. Dessa forma, ao praticar sucessivas metodologias, conseguimos moldar nosso próprio sistema de produtividade, o qual é a base da nossa própria Produtividade Pessoal.

 

2. A abordagem é mais importante que a ferramenta

Bom, da mesma maneira que existem pessoas que me perguntam qual a melhor metodologia de Produtividade Pessoal, existem também pessoas que me perguntam quais as melhores ferramentas, ou qual os melhores aplicativos ou gadgets para se tornar mais produtivo.

Novamente, todas as vezes que me fazem essa pergunta, minha resposta é a mesma: a melhor ferramenta depende da sua abordagem.

De nada adianta eu falar aqui para você que a partir de hoje você deve começar a usar a lista de tarefas “X”, se você não sabe como organizar suas tarefas nessa lista. Da mesma forma, de nada adianta eu falar para você que o aplicativo “Y” salva a minha vida no gerenciamento de e-mails, se você não possui problemas relacionados com os seus e-mails.

Para que uma ferramenta seja útil no seu fluxo de trabalho, você precisa primeiramente pensar na sua estratégia, e só então buscar os aplicativos que vão te ajudar nessa tarefa.

Página Relacionada: Ferramentas de Produtividade Recomendadas pelo LP Produtividade

 

3. Produtividade Pessoal é um conjunto de “Gerenciamentos”

No mundo, existem diversas coisas que nós não controlamos. Não controlamos se vai chover ou se vai fazer sol. Não controlamos a economia, ou o preço de câmbio do dólar. Não controlamos as decisões que outras pessoas tomam, e nem mesmo suas preferências.

Quer saber mais? Então leia   Momentum: o princípio chave para consolidação de hábitos

Nenhum de nós consegue controlar aquilo está fora do nosso corpo. No máximo, conseguimos influenciar algum evento ou outro, e isso nos fornece um sentimento de controle.

Entretanto, quando falamos de nós mesmos, podemos gerenciar praticamente todos os recursos que nos pertencem.

  • Nós conseguimos gerenciar nossos níveis energéticos, de forma tenhamos muita energia para realizar tarefas determinantes, e nos recuperemos em períodos mais tranquilos;
  • Nós conseguimos gerenciar nossas emoções, inclusive nossos medos e motivações, e ultrapassar o limite do que achávamos ser possível;
  • Nós conseguimos gerenciar nossas tarefas quando passamos a priorizá-las, eliminá-las ou delegá-las;
  • Nós conseguimos gerenciar nossa atenção, de forma que conseguimos focar quando necessário, e conseguimos manter a cabeça mais aberta e distraída quando isso nos convêm;
  • Conseguimos gerenciar nossos hábitos e rotinas, de forma que não precisemos de força de vontade para nos manter sempre nos trilhos.

A verdade é que embora o mundo possa também influenciar o nosso desempenho, a única coisa que nos separa de atingir a alta performance são as decisões que tomamos com relação ao nosso próprio corpo, e a nossa mente.

Todos nós podemos nos tornar imparáveis quando alinhamos nosso pensamento e nosso corpo com aquilo que realmente desejamos.

 

4. Pare de equilibrar e comece a integrar sua vida pessoal e profissional

Quantas vezes você já sofreu por não conseguir balancear sua vida pessoal e profissional? Quantas vezes já precisou atender a um telefonema de trabalho em casa ou abrir seu e-mail profissional em casa?

Todos nós passamos em média 8 horas por dia dormindo e 8 horas trabalhando. Isso faz com que nos restem apenas mais 8 horas por dia para fazer todo o resto, desde ir mercado e limpar a casa, até cuidar da nossa saúde e passar tempo com aqueles que amamos.

Essa é a visão clássica que temos a respeito do equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Buscamos cumprir esses três turnos de 8 horas da melhor forma possível, sem levar trabalho para casa, ou problemas familiares para o trabalho.

Contudo, nem sempre isso é possível.

Hoje em dia, está cada vez mais difícil deixar assuntos relacionados ao trabalho apenas no escritório, ou assuntos familiares apenas em casa. Isso acontece principalmente porque estamos constantemente conectados, e podemos facilmente abrir nosso e-mail enquanto estamos deitados no sofá, ou abrir nossas redes sociais, incluindo Facebook e WhatsApp, enquanto estamos trabalhando.

Qualquer pessoa pode nos enviar uma mensagem a qualquer momento, e nem sempre conseguimos evitar esse contato.

Por esse motivo, eu te convido a deixar de lado essa visão de que trabalho e vida pessoal precisam estar separados, e comece a visualizar essa integração como algo positivo na sua vida. De maneira geral, é justamente quando tentamos nos afastar dessa realidade que encontramos mais desequilíbrios, pois constantemente evitamos as conversas que deveríamos ter com nosso chefe, esposa/marido, filhos, amigos e colegas.

Artigo Relacionado: O Eterno Conflito: Como Encontrar o Equiíbrio entre a Vida Pessoal e Profissional?

 

5. Nós temos apenas dois tipos de problemas

Na vida, temos apenas dois tipos de problemas:

  1. Nós não sabemos o que queremos;
  2. Nós sabemos o que queremos, mas não sabemos o que fazer para chegar lá.

Todos os problemas que você já teve, está tendo, ou ainda vai ter pertencem a uma dessas categorias, sendo que problemas de Produtividade Pessoal não são a exceção.

A boa notícia, portanto, é que as soluções também pertencem a apenas duas categorias: você descobre o que você quer, e você faz as coisas acontecerem. A eterna união entre “reflexão” e “execução”.

Na área de Produtividade Pessoal, existem diferentes técnicas que buscam fornecer essas duas soluções para você. Desde metodologias completas, como o Getting Things Done (GTD), até técnicas muito simples, como o Kanbam Pessoal.

O problema, contudo, é que muitas pessoas buscam resolver a apenas uma das duas questões, e não percebem que uma vida produtiva depende de constantemente nos questionarmos tanto sobre o que queremos, como no que diz respeito a se estamos no caminho certo para chegar lá.

Quer saber mais? Então leia   Work Simply: Um Teste Simples para Desvendar seu Próprio Estilo de Produtividade Pessoal

 

Reflexão + Execução = Produtividade

De um lado podemos encontrar aquelas pessoas que passam a vida refletindo sobre o que querem, sem nunca chegar a uma resposta. Permanecem pesquisando e analisando novas alternativas mentalmente, e como consequência acabam paralisadas e sem resultados.

Artigo Relacionado: Combatendo a Indecisão: 5 Dicas para Superar a Paralisia por Análise.

Do outro lado, podemos encontrar aquelas pessoas que focam apenas na realização de suas tarefas, e não tiram nem mesmo 15 minutos do seu dia para refletir sobre quais são suas reais prioridades ou sobre as lições que estão aprendendo. Como consequência, acabam se mantendo ocupadas, mas improdutivas. Com o dia cheio de afazeres, mas ainda sem resultados reais.

Artigo Relacionado:  Muito Ocupado para Refletir: As 5 Melhores Maneiras de Encontrar Mais Espaço no seu Dia a Dia.

Nenhum dos dois extremos é o ideal. Precisamos constantemente encontrar espaço nos nossos dias tanto para refletir, assim como para executar nossos planos.

 

6. Limites promovem mais liberdade

Certo, essa é um tanto contra intuitiva. Como é possível que adicionar limites à nossa vida nos dê mais liberdade?

Bom, imagine por um momento o pátio de uma escola em uma rua movimentada. Como regra da escola, é permitido que as crianças brinquem apenas na área do pátio próxima a escola, e os professores precisam estar constantemente olhando para checar se nenhuma criança foge do limite estipulado.

Mas o que aconteceria se uma cerca fosse instalada limitando onde as crianças podem brincar com segurança? Isso livraria o tempo dos professores para ser utilizado de outra forma que não verificando se tudo está funcionando como previsto.

Limites não servem para reprimir sua liberdade, mas para diminuir as chances de coisas darem errado. Quando estipulamos limites, podemos deixar de lado algumas preocupações, e recuperar com isso nosso tempo e liberdade.

Toda e qualquer metodologia de Produtividade Pessoal age através da imposição de limites. Em todos as técnicas existem coisas que você deve fazer, e outras coisas que você não deve fazer, e de forma alguma isso te transforma em um robô, que não pode mais decidir quando e como as suas próprias tarefas devem ser feitas.

 

7. O mundo gira, as coisas mudam

Por último, a ideia que eu quero deixar clara para você é que por vivermos em um mundo dinâmico, e cheio de mudanças, constantemente precisemos alterar nossa mentalidade e nosso fluxo de trabalho, e isso é algo maravilhoso.

Se um método de produtividade não funciona hoje para você, isso não significa que ele não funcionará no futuro, em outras circunstâncias. Da mesma forma, se hoje uma tarefa é prioridade para você, ela pode facilmente deixar de ser prioridade nos próximos dias.

Não existe nada de errado nisso.

A chave aqui, portanto, é não se prender a uma maneira particular de trabalhar ou ser uma pessoa produtiva, porque isso definitivamente vai mudar com o tempo. A chave é se manter consciente nas suas mudanças, e continuar sempre filtrando as coisas novas e velhas que passam a fazer parte da sua vida.

 

Considerações Finais

Ao integrar os elementos acima nos nossos pensamentos, não estamos só cultivando uma mentalidade produtiva, mas estamos nos propelindo a alcançar nossos objetivos de maneira mais eficaz, desenvolvendo hábitos mais positivos e aguçando nossa mente para funcionar em níveis elevados.

Se algum dos insights aqui colocados te ajudaram a refletir sobre a sua própria produtividade, tenho certeza de que eles também podem ajudar seus amigos ou familiares. Utilize os botões de compartilhamento logo abaixo para divulgar esse conteúdo nas suas redes sociais, e ajude você também a transformar o mundo em um lugar mais produtivo!

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

Download Gratuito

29 Métodos de Produtividade Pessoal: O Guia Definitivo para Escolher Já o Seu!

Cadastre seu e-mail e baixe agora sua cópia do E-book.

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...

4 Respostas para “Mindset Produtivo: 7 Insights para Construção de uma Mentalidade Eficiente

29 Métodos de Produtividade Pessoal: O Guia Definitivo para Escolher Já o Seu!

Cadastre seu e-mail e baixe agora sua cópia do e-book.

redirect=/confirmacao-audio-ebook/