Aprendendo a Ler Mais Rápido: A Arte de Ler, Relembrar e Reter mais Livros

Ler Mais Rápido

Quantos livros você lê por ano? Você gostaria de ler mais livros, e mais rápido?

Pois é, você sabia que Warren Buffett e Bill Gates, dois dos homens mais ricos do mundo, já disseram que se pudessem ter um superpoder, esse seria o de ler mais rápido que qualquer um?

Ler mais livros e mais rápido é uma habilidade única, que deveria ser treinada por todas as pessoas. Afinal de contas, livros correspondem aos melhores conteúdos que seus autores levaram 10, 15 ou até 20 anos para descobrir por conta própria, e que você pode ter acesso em questão de horas.

Livros correspondem a algumas das melhores formas de aumentarmos nossa cultura e educação, e é uma pena que muitas pessoas não consigam “encontrar o tempo” para lerem todos os dias, ou ao menos um pouco por semana.

Nesse artigo, meu intuito é passar a você uma visão simples de quais são as armadilhas que estão te impedindo de ler mais rápido, assim como fornecer 4 passos simples para otimizar o seu tempo durante a leitura.

Animado? Bom, então vamos começar!

 

Qual a sua motivação para ler?

Quando senta para ler um livro, você se questiona sobre o que exatamente está buscando quando folheia as suas páginas? Você se questiona sobre o por que precisa daquela informação?

Bom, se você não se pergunta, chegou a hora de começar a se perguntar. No artigo anterior, discutimos a existência do Sistema de Ativação Reticular (SAR), o qual o responsável por direcionar a sua atenção, e filtrar quais informações são ou não relevantes no seu cérebro.

Dessa forma, se você não sabe exatamente o que está buscando em um livro, são grandes as chances de informações relevantes passarem despercebidas. Da mesma forma, se você não sabe porque você precisa daquela informação, são menores as suas chances de se sentir motivado para ler o texto. É normal que você até mesmo se entedie caso não saiba o porquê de estar lendo.

Praticamente, esse é o motivo pelo qual grande parte das pessoas não chega a ler um livro sequer por ano. Se você não tem uma razão clara para estar lendo um livro, você possui grandes chances de se entediar, o que afeta negativamente a chance de você voltar a pegar um livro para ler no futuro.

 

Por que minha leitura é muito lenta?

Outro grande fator que afeta a sua chance de pegar mais livros para ler é a velocidade da sua leitura. Basicamente, quanto mais você lê, mais rápido você fica, e quanto mais rápido fica, mais livros você quer ler. Existem 3 fatores principais que afetam a sua velocidade de leitura. São eles:

 

  • Sonhar acordado

O primeiro motivo que te leva a ter uma leitura ineficiente é a presença de devaneio durante o processo de leitura. Basicamente, nosso cérebro é acostumado a processar uma grande quantidade de informações a cada segundo. Pense, por exemplo, na quantidade de informações que um motorista precisa processar a cada segundo para se manter na pista.

Sendo assim, o que você acha que acontece quando você inicia a leitura de um livro, e a quantidade de informações chegando até você é muito pequena? O que acontece quando você lê um livro, e não retira informações rapidamente dele?

Pois é, a tendência da sua cabeça será a de vaguear, e começar a pensar sobre temas que não estão nem um pouco relacionado ao livro que você está lendo. Esse tipo de leitura, onde você constantemente divaga, é uma das formas de leitura mais lenta e com pouca retenção de conteúdo.

 

  • Regressão

O segundo motivo que pode estar levando a sua leitura a ficar mais lenta, é a releitura, ou regressão dos seus olhos para partes do texto que você já leu.

Isso pode acontecer por dois motivos. O primeiro deles é que você acabou vagueando enquanto lia, seus olhos continuaram a leitura, mas você não processou, nem fixou nenhuma informação.

O segundo motivo é que você provavelmente está procurando um entendimento perfeito do que estava escrito. Isso significa que você não confia na sua capacidade de ler o texto apenas uma vez, e tirar conclusões a partir disso.

Não me entenda mal, muitas vezes você precisará realmente ler até mais do que duas vezes uma mesma informação, pois alguns parágrafos são extremamente densos, e você precisará até mesmo de tempo para estruturar todo o conteúdo na sua cabeça. Entretanto, grande parte dos livros mais modernos que você vai ler trazem uma leitura mais leve, que pode ser entendida facilmente com uma passada de olhos.

Dessa forma, se você tem o costume de reler um texto ou parágrafo, apenas para ter absoluta certeza do que está lendo, isso pode ser uma grande perda de tempo!

 

  • Vocalização

O terceiro motivo que te leva a ler de forma mais lenta é a vocalização durante a leitura. Talvez você não seja assim, mas a maior parte das pessoas, enquanto está lendo, acaba pronunciando palavra por palavra do que está escrito. Muitas vezes, isso não é feito em voz alta, mas mentalmente.

Esse processo acontece como um resíduo que ficou de quando você ainda estava aprendendo a ler. Basicamente, todas as pessoas aprenderam a falar antes de aprender a ler e escrever. Dessa forma, enquanto você estava aprendendo a ler, seus professores vincularam todas as letras a sons, de forma que você entendia o significado do texto apenas quando o lia em voz alta.

Entretanto, anos depois de aprender a ler, esse processo não é mais necessário, sendo que você não precisa mais vocalizar uma palavra para entender seu significado. Por esse motivo, é possível ler muito mais rápido quando paramos de falar ou mentalizar cada uma das palavras que se encontram no texto.

 

Como ler de maneira mais rápida

O primeiro passo para que você compreenda como ler mais rápido, é que você perceba que diferentes livros possuem diferentes propósitos, e que você não precisa ler completamente um livro para entendê-lo.

Basicamente, livros de ficção são feitos para que você se inspire e fique imerso naquela experiência. Não procure ler mais rápido os livros de ficção, pois eles foram feitos para despertar a sua criatividade, e você tem muito a perder caso apresse a sua imaginação.

Entretanto, nos livros que não são de ficção, como os livros que geralmente lemos para expandir nossos negócios, o autor procura apenas nos fornecer um ponto de vista, e pede para que aprendamos com ele. Isso significa que assim que entendemos o ponto de vista do autor, não precisamos mais ficar lendo cada frase ou cada exemplo que ele nos fornece.  Uma vez que você entenda o que o autor quer falar, você já pode seguir em frente com a sua leitura.

Quer saber mais? Então leia   Concentração: O Guia Simples para Intensificar a sua Performance Mental

Dito isso, aqui vai o passo a passo que fará com que você leia mais rápido:

 

  • Comece com o autor

Como primeiro passo, é importante que você entenda quem é o autor, e qual é a sua perspectiva a respeito do assunto. Se possível, leia ao menos parte da sua biografia para entender qual a experiência que ele possui com o assunto, e qual o seu viés pessoal relacionado ao assunto.

 

  • Leia o sumário do livro, e veja quais capítulos e subtópicos mais te interessam.

Como segundo passo, é importante que você tenha uma ideia de onde estará no texto as informações que você está procurando. Aqui eu estou considerando que você já refletiu previamente sobre os motivos de você estar lendo esse livro. Além disso, seu intuito aqui é apenas conseguir informações suficientes para descrever a uma pessoa que nunca viu esse livro, do que o livro se trata.

 

  • Leia/Percorra os capítulos do livro

Como próximo passo, você deve ler ou percorrer cada capítulo do livro. Mesmo que algum capítulo não lhe pareça tão interessante, ao menos percorra o capítulo para ter certeza de que não está perdendo nada relevante.

A forma com que você fará isso é lendo apenas a primeira e a última frase de cada parágrafo. Isso mesmo, caso você nunca tenha reparado, a primeira e a última frase de cada parágrafo geralmente trazem as informações relevantes. De maneira geral, todo conteúdo entre a primeira e a última frase corresponde a informações que enaltecem, reiteram ou exemplificam o que o autor está tentando passar. Por esse motivo, se você leu a primeira e a última frase, e entendeu o ponto de vista do autor, apenas siga em frente.

Nos capítulos que você havia selecionado como os mais importantes, talvez você queira ler de maneira mais atenta e pausada. Ainda assim, se a leitura do livro estiver leve e fácil, é possível que você consiga apenas percorrer as páginas, lendo completamente apenas os parágrafos que ficou com dúvida, ou que parecem possuir informações mais relevantes para você.

Uma vez que você finalize cada capítulo do livro, é interessante fazer algumas anotações, para ter certeza que esse conteúdo não será perdido, e possa ser facilmente revisado.

 

  • Volte para o sumário

Como último passo, é interessante você voltar ao sumário do livro, e revisar o que você aprendeu. Caso esteja utilizando um mapa mental para fazer suas anotações, reveja suas anotações para cada capítulo, e tente passar uma visão completa do que o autor defende no livro. Essa é sua oportunidade de organizar e estruturar o conteúdo na sua cabeça, de forma que consiga posteriormente lembrar e explicar facilmente as ideias do livro.

 

Como reter mais informações

Bom, existem diferentes formas de você reter mais informações durante o seu aprendizado. No artigo “Como estudar: Os 5 passos do processo de aprendizagem”, eu defendi 3 maneiras que nosso cérebro utiliza para selecionar quais informações serão fixadas na nossa memória. No mesmo artigo, expliquei porque técnicas como grifar informações no texto, ou fazer resumos não são formas tão eficientes para o aprendizado.

Dito isso, a maneira que eu defendo que você deve organizar e estruturar seu conhecimento é através dos mapas mentais. Caso ainda não saiba como fazer mapas mentais, ou o porquê de eles funcionarem tão bem, recomendo também a leitura do artigo “Como estudar: O que é e como fazer um mapa mental”.

Meu conselho é para que faça seu mapa, imprima, e deixe dentro do livro. Além disso, é muito útil anotar no seu mapa qual é exatamente a página de onde tirou cada informação. Isso facilita muito o processo de revisão do livro, caso escolha fazê-lo.

 

Audiolivros e E-books

Hoje em dia, não precisamos nem mesmo sair de casa para ter acesso a novos livros. Essa é uma realidade decorrente dos Audiolivros e dos E-books (livros digitais).

Há alguns anos atrás, eu não utilizava nenhuma dessas plataformas, mas hoje praticamente só leio livros digitais. Eu lembro que meus olhos não se acostumavam tão bem a leitura de livros no computador ou tablet, e que essa era a minha desculpa para não ler e-books.

Caso você se encontre na mesma situação hoje, o que eu posso te dizer é que isso é apenas uma questão de costume. Uma vez que você se esforce um pouco no início para continuar lendo livros digitais, em pouco tempo a dificuldade desaparecerá.

Da mesma forma, os audiolivros também estão ganhando espaço, e promovem grande facilidade de leitura, principalmente se você não encontra o tempo necessário para pegar um livro para ler. Basta que você encontre o livro no iTunes ou o Audible, e escute enquanto dirige ou se exercita. Uma dica aqui é sempre aumentar a velocidade de reprodução do áudio para duas vezes mais rápido. Lembre-se que nosso cérebro processa informações muito rápido, e pode acabar se entediando se você resolver escutar o livro na velocidade padrão.

(Para ter acesso aos livros de produtividade recomendados no LP Produtividade, clique aqui).

 

Dica Final

Como uma última dica, eu gostaria de te falar algo que talvez ninguém já tenha lhe falado, mas que é a absoluta verdade.

Praticamente nenhum livro, que não seja de ficção, deve ser lido até o final!

Pois é, eu sei, na minha adolescência eu sofri muito por acreditar que todo livro que eu pegava deveria ser lido até o final. O que eu descobri é que devo fazer justamente o contrário.

De maneira geral, ao final de cada livro, o autor está apenas juntando algumas pontas soltas que deixou no decorrer do livro, mas dificilmente ele possui algo novo a te ensinar. Dessa forma, se você está chegando ao final do livro, e já tirou as informações que precisava, siga em frente para o próximo livro.

Não se prenda na leitura de um livro, apenas pelo hábito de querer sempre terminar o que você começou!

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

E-book

29 Métodos de Produtividade Pessoal: O Guia Definitivo para Escolher Já o Seu!

Faça Agora o seu Download Gratuito do Livro!

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...

4 Respostas para “Aprendendo a Ler Mais Rápido: A Arte de Ler, Relembrar e Reter mais Livros

  • Muito bom o artigo! Algumas técnicas eu já utilizo, outras vou começar a implementar para ver os resultados.

    Essa de acelerar o audio de podcasts ou audio livros é muito boa. Já estou tão acostumado a fazer isso, que quando não faço tenho a impressão que está em câmera lenta haha.

    Faço isso também (acelarar) com vídeos explicativos do YouTube ou Vimeo, sei que o post é de livros, mas achei válido pontuar pois qualquer coisa para melhorar o aprendizado é válido. A maioria dos vídeos com explicações ou entrevistas da para fazer isso sem penalizar a experiência pois as pessoas só estão falando. Para isso uso o plugin para o Google Chrome: Video Speed Controller (grátis)

    • Leonardo Polak
      1 ano ago

      Excelentes dicas Guilherme!

      Assim como você, também tenho a impressão que tudo está em câmera lenta quando vejo vídeos ou escuto podcasts na velocidade normal =)

      Eu ainda não conhecia esse Video Speed Controller. Eu utilizava o Vimeo Repeat & Speed para os vídeos do Vimeo e para o Youtube eu utilizo o acelerador padrão que existe nos controles de vídeo. Vou testar e se eu gostar eu coloco na minha página de recursos, para que fique mais fácil do pessoal encontrar.

      Abraço,
      Leonardo

  • Antônio Puças Jr
    1 ano ago

    O livro Effortless Reading de Vu Tran trata bem este método de leitura deliberada.

    • Leonardo Polak
      1 ano ago

      Olha que bacana! Esse livro eu ainda não conhecia =D
      Vou adicioná-lo aqui à minha lista.

      Novamente, muito obrigado pela contribuição Antônio!

      Abraço,
      Leonardo P Polak