Combatendo a Indecisão: 5 Dicas para Superar a Paralisia por Análise

Alguma vez você já sentiu aquela dor no estômago porque você… não… consegue… se decidir?!

Não se sinta mal – todos nós temos momentos na vida que nos sentimos incapacitados frente a tantas escolhas, especialmente quando todas as nossas opções parecem caminhos igualmente viáveis. Até mesmo os grandes líderes sofrem por vezes com isso.

Mas o que então esses mesmos grandes líderes fazem de diferente das demais pessoas?! Venha comigo que eu vou lhe explicar!

 

A importância de termos clareza

Em seu livro “Quem Pensa Enriquece”, Napolean Hill diz que “Seja lá o que a mente de um homem consegue conceber e acreditar, então ele pode conseguir”. Em seguida, ele prossegue explicando que quando temos uma definição clara do que queremos alcançar, isso pode ser um fator crucial para o nosso sucesso.

Essa ideia é particularmente utilizada nos negócios. Sem clareza, sua empresa se move de um lugar para outro como um navio sem leme. Mas, buscando obter clareza, você cresce o seu negócio com um propósito, e consequentemente cria resultados surpreendentes, tanto para você quanto para os seus clientes!

Sem dúvida, termos clareza sobre o que queremos fazer é algo admirável. Entretanto, nem sempre essa clareza salta aos nossos olhos, de forma que fique fácil enxergá-la.

 

O que vem antes? Clareza ou Ação?

Imagine que você se encontra no início de uma trilha para subir uma montanha. Você está olhando seu mapa, revendo se tem provisões suficiente, e se perguntando qual o melhor caminho para subir.

Você toma uma decisão, e então começa a andar, e conforme você vai mais longe na trilha, você percebe como a vista mudou. Você observa coisas que antes não estavam a vista lá de baixo, e consegue sentir que a temperatura desceu alguns graus. Você consegue perceber também que a trilha é mais íngreme do que você imaginava e descobre que o par de botas que você passou um longo tempo escolhendo é, na realidade, bem desconfortável.

Bom, o ponto é que você nunca poderia saber disso tudo antes de decidir por um caminho e dar o primeiro passo, e então o segundo, e o terceiro, e assim por diante. Veja, nenhum de nós realmente sabe o que vai acontecer até que começamos a dar os primeiros passos – e o mesmo é válido nos negócios, no empreendedorismo, e na vida de maneira geral.

Muitas vezes, não temos total clareza quando começamos um projeto, mas após darmos os primeiros passos, tudo vai ganhando forma e as coisas começam a se encaixar.

Como já disse Steve Jobs:

“Você não conecta os pontos olhando para frente; você conecta os pontos quando olha para trás. Então, você precisa confiar que os pontos vão de alguma forma se conectar no futuro. ”

 

Agindo sem Clareza Total

Embora possa parecer estranho à um primeiro momento, todos os grandes empresários, investidores, artistas e atletas que você conhece agem sem total clareza de qual o melhor caminho a seguir. E todos eles fazem isso porque reconhecem que não existe outra forma de obter sucesso que não indo de encontro ao desconhecido.

Sabem que a cada passo que dão a frente, conseguem assim enxergar com maior clareza qual o seu objetivo final. Percebem que nunca vão encontrar a melhor resposta se não partirem para a ação, e praticarem o que faz mais sentido no momento!

Portanto, da próxima vez que você se encontrar nessa situação, sentindo que a indecisão está tomando conta pois ainda não possui todas as respostas, perceba que você está sob o risco do maior matador de clareza de todos os tempos: a paralisia por análise.

 

Paralisia por Análise

Você pensa, pensa, pensa e pensa várias vezes e não consegue sair do lugar. Aparentemente, você tem muitas opções, e não consegue decidir qual a melhor. Você está preso no que chamamos de “Paralisia por Análise.

Muitas vezes, essa é uma condição que acontece por repetidas frustrações, outras por estarmos nos sentindo muito sobrecarregados, mas na maior parte das vezes fazemos isso puramente por medo.

Medo de nada dar certo, medo de ser visto como um impostor, medo de não conseguir, medo de não ser aceito, medo de não ter o suporte de quem você ama, medo de se decepcionar.

Entretanto, considere novamente o caso do montanhista que está prestes a subir uma montanha. Ele também não possui todas as certezas de que não vai escorregar em algum momento e se machucar feio, ou que não vai encontrar um animal no meio do caminho que possa assustá-lo, ou ainda que ele está realmente escolhendo o melhor caminho.

Entretanto, de uma coisa ele tem certeza. Caso ele tenha êxito no seu objetivo, a vista lá de cima é linda, e sabe que nunca conseguiria aproveitar aquela vista se deixasse que todas as suas incertezas o parassem.

Quer saber mais? Então leia   Agregação de Ganhos Marginais: O Poder Extraordinário de Melhorar 1% a Cada Dia

 

Aproveitando a Vista

De maneira similar, todas as vezes que passamos muito tempo refletindo sobre o que devemos fazer, e não tomando uma atitude, também não “aproveitamos a vista”.

A realidade é que quanto mais refletimos, também mais começamos a duvidar que estamos tomando a decisão correta. Acabamos atrasando o nosso progresso e com isso os nossos resultados.

Infelizmente, quando não temos resultados, duvidamos ainda mais de nós mesmos, e quanto mais duvidamos, mais dificuldade temos de dar o próximo passo e com isso criamos um ciclo de paralisia por análise.

Não me entenda mal. Refletir é um hábito essencial para o nosso sucesso, mas, quando feito em excesso, nos leva à paralisia. Da mesma maneira que o montanhista, se permanecermos indecisos, sem nunca tomar uma decisão, acabamos no final desistindo e tendo que voltar para casa, e o pior, sem ao menos um resultado.

 

Os 5 Segredos para Superar a Paralisia por Análise

 Bom, agora que você já entende que muita reflexão pode te levar à paralisia por análise, aqui vão 5 dicas para superar de vez esse problema.

 

  • Dê o menor passo que conseguir

Pergunte a você mesmo: qual o menor próximo passo que eu poderia dar? Em seguida, não demore, apenas faça! Quando direcionamos nosso foco em um próximo passo pequeno, reduzimos o sentimento de desconforto, e o medo que está nos paralisando.

Por exemplo, ao invés de perguntar “qual o melhor sistema de produtividade para me ajudar a priorizar minhas tarefas? ”, pergunte a você mesmo “qual é o sistema de priorização que eu já conheço, mas não estou aplicando? ”, ou “qual é a forma de priorizar que intuitivamente me parece mais correta? ”.

Lembre-se que com pequenos passos, de forma consistente, você somará grandes conquistas!

 

  • Comece a fazer pequenos experimentos

Como discutimos, muitas vezes adquirimos clareza apenas quando partimos para ação e vamos de encontro ao desconhecido.

A melhor forma de fazermos isso é através de pequenos experimentos, que não utilizam tanto tempo, mas que nos fornecem uma grande quantidade de informação e feedback sobre o que funcionou e sobre o que não funcionou.

Além disso, você pode se divertir muito com esse processo, já que aqui você não se sentirá pressionado para fazer as coisas funcionarem. Como você dedica pouco tempo para montar seu experimento, não existe problema algum caso ele não dê certo.

 

  • Pare de pensar sobre o certo e o errado

 Se existe uma mentalidade que pode mudar a sua vida, e fazer você sair do lugar, é a de que não existem estratégias certas e erradas, a única coisa que existe são estratégias que funcionam e estratégias que não funcionam. Por esse motivo, é tão importante para você saber o que funciona quanto é importante saber o que não funciona.

Sendo assim, da próxima vez que perceber que algo não funciona, não pense que fracassou. Não se martirize pensando que tomou a atitude errada. A única coisa que aconteceu é que agora você possui feedback com informações relevantes do que não funciona e pode usar isso para tomar uma melhor decisão a partir de agora.

 

  • Perceba que você está sempre se movendo – se não para frente, para trás

 Então, caso você nunca tenha reparado, na vida continuamente estamos em movimento. Nunca estamos realmente parados. Se não estamos indo para frente, então estamos regredindo e ficando para trás.

Se você não está estudando, seus concorrentes estão, e eles terão mais resultados que você. Se você não está investindo seu dinheiro corretamente, seus concorrentes estão, e facilmente atingirão uma porção do mercado maior que você. Se você não está fazendo seus pequenos experimentos, e aprendendo com seus erros, então seus concorrentes estão, e te superarão facilmente.

Entrar em ação é a única forma de descobrir o que funciona e o que não funciona. Portanto, tome hoje uma atitude e se permita crescer.

 

  • Pode ser mais doloroso parar

 Alguma vez você já tentou correr e depois de aquecer o corpo parou porque sentiu algum desconforto? E você percebeu como algumas vezes parar pode fazer com que você se sinta pior do que continuar em uma marcha mais lenta?

Muitas vezes, nosso cérebro nos auto sabota quando entramos em território desconhecido e faz coisas que nos assustam.

Ainda assim, lembre-se que esse é um bom sinal e continue a olhar para o próximo pequeno passo que está sob o seu controle. Se algo te assusta, então geralmente isso é um indicador de que aquilo é importante para você. Apenas continue seguindo nesse caminho!

 

Considerações Finais

Você está preso perseguindo a clareza? Ainda indeciso? Então, pergunte-se qual é um pequeno passo, que pode tomar hoje, para entrar em ação?

Lembre-se que toda longa caminhada começa com um primeiro passo. Portanto, deixe nos comentários: qual será o seu?

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

E-book

29 Métodos de Produtividade Pessoal: O Guia Definitivo para Escolher Já o Seu!

Faça Agora o seu Download Gratuito do Livro!

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...

6 Respostas para “Combatendo a Indecisão: 5 Dicas para Superar a Paralisia por Análise

  • Muito bom, estou sofrendo isso no momento e o artigo foi bem esclarecedor e me ajudou bastante! Grata 😀

  • Maria do Carmo
    8 meses ago

    Excelente artigo,parabéns! até bem pouco tempo não sabia que eu “sofria” de Paralisia por Análise, digo sofria por com estes esclarecimento daqui pra frente vou entrar em ação, dando um pequeno passo na busca resultados com um plano definido e claro de empreender no mercado do marketing digital.

    • Excelente Maria!
      A paralisia por análise é realmente complicada.
      Achamos que estamos progredindo quando pensamos mais e mais sobre as nossas opções, mas no fundo estamos apenas procrastinando o que realmente nos levará ao sucesso.
      Boa sorte com seu empreendimento!

      Forte abraço,
      Leonardo Polak

  • Artigo muito bom! Estou procrastinando o início de meus estudos para concursos a meses, são tantas informações que busco para começar de forma correta que o tempo passa e simplesmente não começo. Sinto-me disputando uma maratona de rua numa esteira, um verdadeiro preguiçoso ativo. Seu texto caiu como uma luva.
    Obrigado!!

    • Excelente Orivaldo!
      Fico muito contente que o texto tenha conseguido lhe ajudar =)
      Espero que assim consiga sair então dessa “esteira” e com isso concluir seus objetivos.

      Forte abraço,
      Leonardo