Os Benefícios do Estresse: como utilizá-lo a nosso favor

“Você está estressado? ” Eu imagino que essa não seja uma pergunta muito justa de se fazer. Afinal de contas, o estresse está presente constantemente em nossas vidas. Talvez a pergunta certa seria então: “Você acredita que o estresse é prejudicial para sua saúde?”

Se essa pergunta nunca passou pela sua cabeça, ela possui uma chance considerável de mudar a sua vida nos próximos anos. Para ser mais exato, ela pode alterar em 43% o risco de você morrer nos próximos anos. Ficou interessado? Então me acompanhe!

 

A mudança de paradigma

Em 2012, pesquisadores da Universidade de Wisconsin realizaram um estudo com cerca de 30 mil adultos, acompanhado-os por um período de oito anos. A intenção da pesquisa era investigar como as diferenças na percepção e na quantidade de estresse sofridos pelos participantes afetavam a sua saúde, e qual era a relação disso com os seus índices de mortalidade.

No início, os participantes precisavam responder uma série de questionários, onde entre outras perguntas haviam “Quanto estresse você teve no ano passado? ”, e “Você acredita que estresse é prejudicial para sua saúde? ”.

O estudo revelou que participantes com altos níveis de stress tiveram risco de morte aumentado em 43%. Porém, esses números apenas eram válidos para os participantes que também acreditavam que o estresse era prejudicial para sua saúde.

O grupo de pessoas que possuía altos níveis de estresse, mas que não acreditava que isso era prejudicial para sua saúde, não tiveram níveis de mortalidade superiores aos demais grupos. Na realidade, esses participantes possuíam níveis de mortalidade tão baixos quanto os participantes que reportaram pouco estresse.

 

Os Malefícios do Estresse são Criados por Você

Diversos outros estudos já foram feitos mostrando o papel que nossa mente possui sobre o nosso corpo. Desde aumento no ganho muscular apenas visualizando mentalmente uma série de exercícios, até o aumento na longevidade decorrente de pensamento positivo. Você também já deve ter ouvido falar sobre “efeito placebo”, onde as crenças sobre determinado medicamento ou tratamento possuem grande influência sobre a efetividade do procedimento.

Pois é, com estresse não é diferente. Quando vemos o estresse como um fator prejudicial, tendemos a nos comportar de maneira mais danosa a nossa saúde. Seja começar a beber ou fumar para aliviar o estresse, procrastinar, ou sempre imaginar o pior cenário possível para cada situação do dia a dia, nosso comportamento é amplamente influenciado por essa crença de que estamos apenas “lidando com o estresse”.

Mas se existem formas prejudiciais de pensarmos e “lidarmos” com o stress, também existem formas boas e saudáveis.  Isso mesmo, existem formas de fazer com que o estresse seja até mesmo saudável para você!

Continue me acompanhando nesse texto e lhe explicarei melhor essa grande descoberta.

 

Melhorando nossa própria Visão do Estresse

O estresse possui vários benefícios quando visto da maneira correta. De acordo com Kelly McGonigal, uma boa maneira de vermos estresse é como se ele estivesse fortalecendo o nosso corpo, e nos preparando para enfrentar um grande desafio mais à frente.

Quando enxergamos o estresse como algo benéfico, que permite ao corpo dar o seu melhor em situações desafiantes, tendemos a ficar mais atentos e relaxados, e temos uma resposta biológica muito mais próxima de quando estamos alegres ou estamos demonstrando coragem.

Sendo assim, da próxima vez que sentir seu coração batendo mais forte, suas mãos suando e a respiração ofegante, provavelmente sua primeira conclusão é achar que está estressado. Dessa forma, sugiro que siga os seguintes passos descrito pela pesquisadora Alia Crum.

1. Perceba o Estresse

O primeiro passo para uma resposta adequada ao estresse é reconhecê-lo. Enquanto você ficar negando a presença do estresse, não conseguirá aproveitar os benefícios que ele pode te oferecer. Diga para você mesmo que está estressado e justifique a presença desse sentimento: “Eu estou estressado com a ineficiência dos meus funcionários”, ou “Eu estou estressado pelo baixo faturamento esse ano”.

2. Possua o Estresse

Após perceber o estresse, reconheça que está estressado porque essas atividades ou resultados são importantes para você de alguma maneira. Reconheça que quanto maior os seus níveis de estresse, também é maior a importância que você está dando para essas atividades ou resultados.

3. Utilize o Estresse

Uma vez que você já percebeu que está estressado, e reconheceu que isso acontece porque você verdadeiramente se importa com a situação, é hora de fazer o estresse trabalhar a seu favor. Dessa forma, se seu coração disparou, diga a você mesmo que é porque você está se preparando para ação, e se sua respiração está ofegante, lembre-se que respirar mais rápido leva mais oxigênio para seu cérebro.

Nossa resposta biológica ao estresse não foi feita para nos prejudicar, mas para nos ajudar a superar uma situação quando realmente precisamos.

 

Com isso, tenho certeza que você terá uma experiência muito melhor ao enfrentar os desafios que te esperam logo a frente.

Além disso, caso esteja tendo dificuldades para perceber o stress, lembre-se que a prática de meditação pode ser extremamente útil nesse processo.

Procure manter em mente que todos nós precisamos passar por desafios como uma parte inerente da nossa vida. Ninguém passa a vida sem dor ou desgosto, mas uma atitude negativa com relação a esses sentimentos não facilitará o processo.

 

Os Benefícios do Estresse

Bom, caso eu ainda não tenha conseguido convencer você que estresse pode ser bom para sua saúde, aqui estão alguns outros benefícios podem abrir a sua cabeça!

 

Aumento de Memória

Em 2014, pesquisadores da Universidade da Califórnia publicaram que estresse é capaz de aumentar a proliferação de células tronco neurais no hipocampo, melhorando assim funções relacionadas a memória.

De uma perspectiva evolutiva, faz sentido que nossa memória seja afetada pelo estresse. Se encontramos um predador a nossa frente, e conseguimos escapar, faz sentido que nosso cérebro tenha processos para melhorar a lembrança de onde o evento aconteceu, e como conseguimos escapar.

 

Melhor imunidade a curto prazo

De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Stanford, Firdaus Dhabhar concluiu que o estresse é capaz de mobilizar diversos tipos de células imunes para a corrente sanguínea.

Novamente, isso faz sentido de uma perspectiva biológica. Quando estamos estressados, nosso corpo se prepara para a possibilidade de machucados e infecções, e, portanto, promove aumento em uma série de compostos que ampliam a imunidade.

 

Estresse te torna mais sociável

Ao entrar em contato com uma situação estressante, nosso corpo rapidamente libera diversos hormônios, tais como adrenalina e cortisol. Além disso, ocorre a liberação de uma grande quantidade de oxitocina (hormônio capaz de realçar sentimentos de empatia), motivando você a procurar apoio.

Basicamente, é como se sua resposta biológica te incentivasse a conversar sobre seus problemas, e a se cercar de pessoas que se importam com você.

 

Maior motivação para o sucesso

No artigo “Estado de Fluxo: O Guia Científico de Como Atingir e Permanecer em Alta Performance”, eu discuti que alta performance está vinculada a emparelhar o nível de dificuldade de determinado desafio, com o seu nível de perícia sobre a tarefa. Isso acontece, pois, nosso corpo reage a essas situações como se estivesse moderadamente estressado.

 

Melhor desenvolvimento motor em crianças

Em 2006, pesquisadores do hospital Johns Hopkins encontram que mães que tiveram níveis brandos a moderados de estresse durante a gravidez tiveram filhos com desenvolvimento motor melhor aos 2 anos, quando comparados com filhos de mães não estressadas.

Entretanto, os pesquisadores ressaltaram que o estudo foi feito com mães de famílias economicamente estáveis, e que não possuíam problemas psicológicos. Dessa forma, eles ressaltam que esses resultados podem não se reproduzir para mulheres em posições mais desvantajosas, ou com problemas mentais.

 

Você se convenceu?

Ao longo da vida, por diversas vezes somos confrontados com situações estressantes, e que fazem com que vivamos reclamando e com desgosto.

Nesse texto, pretendi mostrar que a maneira com que encaramos essas situações, e as atitudes que tomamos em sua decorrência, são o que realmente importa.

Independentemente do quão estressante seu trabalho pode estar, confie na sua capacidade de lidar com esse estresse e lembre-se do motivo pelo qual está trabalhando. Encontrar um significado no seu trabalho fará com que você tenha uma atitude mais positiva com seus níveis de estresse e fará com que você siga sempre em frente.

Para saber mais informações sobre os benefícios do stress, sugiro que assistam à apresentação da pesquisadora Kelly McGonigal no TEDTalks, assim como sugiro a compra do livro “The Upside of Stress”.

“A melhor arma contra o estresse é a habilidade de escolher um pensamento sobre o outro” – William James

About Leonardo Puchetti Polak

Especialista em Produtividade Pessoal, apaixonado por alta performance, tecnologia e neurociência.

Quer receber e-mails sobre como criar metas de sucesso?

Então se inscreva na lista

redirect=/confirmacao-audio-ebook/

Seu comentário me motiva a continuar escrevendo...

Uma Resposta para “Os Benefícios do Estresse: como utilizá-lo a nosso favor

  • Áquila Adler
    2 anos ago

    Quem diria que podemos utilizar o estresse ao nosso favor?

    Artigo muito interessante, Leonardo.

    No final você cita a palestra da Kelly McGonigal, que palestra incrível! Obrigado por compartilhar.

    Sobre os comentários aqui do blog, aconselho a utilizar o disqus, ele é bem mais dinâmico e capaz de facilitar a vida do comentaristas, fica a sugestão. 😉

    Um abraço.